Cadastro ùnico chega até aldeia indigena de Centro do Guilherme, através da Secretaria de Assistência Social


Os indígenas da Aldeia Axiguerenda, receberam hoje (22) a equipe de Assistência Social do município de Centro do Guilherme e representantes do governo Federal para atualização do Cadastro Único.  

Para evitar qualquer tipo de bloqueio no pagamento das famílias que recebem os programas de transferência de renda do governo federal, é importante a atualização do Cadastro Único das famílias que vivem  também nas aldeias indígenas.

A ação foi realizada pela a coordenadora dos programas sociais do governo federal e assistente social do bolsa familia, Mayara Cordeiro , Antônia Márcia entrevistadora do cadastro único e Assistente social, Sílvia Pinheiro, que além do recadastramento também realizaram o atendimento socioassistencial nas aldeias, com visitas domiciliares e acompanhamento familiar, prioritariamente dos beneficiários em descumprimento de condicionalidades dos programas de transferência de renda como o Bolsa Família, além de atendimento de demandas solicitadas pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

Segundo a secretária de Assistência Social do Municipio,levar o Cadastro Único até as aldeias é facilitador em todo processo, pois evita que pessoas de outras etnias se inscrevam. “Para nós, não é apenas a realização de um cadastro, mas sim a inserção de toda a comunidade indígena de Centro do Guilherme nos programas sociais e benefícios ofertados pelo Governo Federal. Dentro das aldeias, limitamos o cadastro a quem realmente é índio, cujos benefícios são mais extensos”, disse Fátima. 

(Fotos Oziel Silva)