Professores de Presidente Juscelino protestam por salários e 13° atrasados

Professores de Presidente Juscelino, alegam que ainda não receberam nenhuma das parcelas do 13° salário. O atraso corresponde aos professores do ensino fundamental maior. Já os professores contratados estariam com 4 meses de salários atrasados.

Atualmente, segundo o Sindicato de Servidores Municipais, dos 415 concursados, cerca de 200 são professores. Um protesto foi realizado na manhã desta quinta-feira (27), quando eles fizeram caminhada da sede do sindicato até a prefeitura municipal para cobrar um posicionamento do prefeito José Magno Teixeira, do Partido Progressista (PP).

Sobre a manifestação, a Secretaria Municipal de Educação disse que a prefeitura não cumpriu o prazo para o 13° de algumas folhas, mas que no dia 20 deste mês foram pagas 3 folhas de pagamento. Nesta quarta-feira (26) foram pagas mais 4 folhas e resta 1, que deve ser quitada no dia 28 de dezembro. Garantiu que o protesto não seria por parte dos contratados. Por telefone ao jornalismo da TV Difusora, a titular da pasta, Izamara Cristina Silva e Silva, os professores teriam se negado a aplicar as últimas avaliações, o que para ela é “uma falta de respeito com os alunos, o principal da aprendizagem”.

Por Ma10