CARUTAPERA está inserido no Mapa do Turismo Brasileiro, através do Ministério do Turismo.


O governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), realizou nesta quarta – feira (20), reunião com membros do Programa de Regionalização e prefeitos dos 10 polos turísticos do estado. Na ocasião, foram apresentados os novos critérios para o remapeamento 2019 e tratativas das demandas do turismo maranhense. E o município de Carutapera está inserido no Mapa do Turismo Brasileiro através do Ministério do Turismo.

O encontro marca o inicio das atividades de mobilização e sensibilização dos gestores municipais, com a realização das oficinas estaduais para explicar as mudanças e tirar dúvidas existentes sobre o remapeamento.  Atualmente 53 municípios maranhenses compõem o Mapa do Turismo Brasileiro, outros municípios poderão pleitear sua inclusão no Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021 a partir de (1º) de abril.

De acordo com o Secretario Adjunto de Turismo, Hugo Veiga, o Mapa do Turismo é fundamental para o desenvolvimento das políticas públicas para o setor. “É importante esclarecer os critérios para que os municípios que já estão no mapa, continuem e os que não estão, entrem, até mesmo para captação de recursos para o desenvolvimento do turismo no próprio município” explica.

A lista de critérios obrigatórios para integrar o Mapa inclui a necessidade de o município ter um órgão de turismo em atividade, conselho municipal de turismo funcionando e orçamento próprio destinado ao turismo, além de possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastur. São eles: meios de hospedagem; agências de viagem; parque temático; acampamento turístico; organizadoras de eventos; guia de turismo e transportadora turística.

Todos os municípios inseridos nas regiões do Mapa são considerados, pelo Programa de Regionalização do Turismo do MTur, destinos de vocação turística ou destinos de apoio que podem contribuir ou se beneficiar da geração de emprego e renda induzidos pela atividade do setor. “Estamos confiantes com os bons resultados que teremos nesta próxima edição do Mapa e, para isso, contamos muito com o apoio dos gestores municipais”, comenta Superintendente de Regionalização, Glória Pinto.

No encontro também foram ministradas aos participantes palestras sobre o desenvolvimento e criação das Centrais de Atendimento ao Turista (CAT) e Observatórios de Turismo. A programação contou também, com apresentação cultural, visita aos Museus do Palácio dos Leões e do Reggae e CAT do Espigão Costeiro.