Viúva é presa acusada de ser mandante da morte de ex-secretário de Cândido Mendes

Na manhã desta terça-feira (26), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e a Polícia Civil prenderam Edna Maria Cunha de Andrade, acusada de ser a mandante do assassinato do ex-secretário de Saúde de Cândido Mendes, Rolmerson Robson em 2014.
A acusada era esposa do ex-gestor e foi detida em decorrência de uma mandato de prisão temporária.
Edna Maria é suspeita de ser a mandante do assassinato de Rolmerson Robson, ex-secretário municipal de Saúde de Cândido Mendes. Edna Maria Cunha de Andrade será ouvida pelo Ministério Público.
A decisão é do Desembargador José Luís Almeida.
O CRIME
Rolmerson Robson foi assassinado a tiros, na manhã do dia 21 de fevereiro de 2014, na estrada que liga a sede do município de Cândido Mendes ao povoado Águas Belas.
Em janeiro deste ano, Nei Moreira Costa, apontado nas investigações como o executor do crime, foi preso temporariamente. Sua prisão foi prorrogada.
As investigações sobre o crime foram deflagradas pelo Núcleo de Investigação do Ministério Público do Maranhão, com a participação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Polícia Civil.
Por Neto Ferreira